23 de março de 2016 - Publicado a 1244 dias

Falsa agência de emprego foi fechada

Agência que prometia vaga de emprego em caso de pagamento adiantado é fechada pela polícia

falsaagência

Uma falsa agência de emprego foi fechada na tarde da última terça-feira (22), pela Delegacia de Estelionato (DE) de Curitiba. O proprietário da empresa identificado Michel Marcos da Silva, 28 anos, foi preso em flagrante pela polícia no momento em que praticava o golpe em sua agência, situada na região central da capital.
As investigações iniciaram depois que a especializada recebeu uma denúncia anônima através do número 181, onde vítimas informavam que uma suspeita agência de empregos garantia vagas a candidatos mediante um pagamento adiantado no valor de R$ 560.

O pagamento – feito por meio de cartão de crédito ou dinheiro – era obrigatório para que o candidato assumisse a “suposta vaga”. “Ele alegava que o valor era destinado para um curso de aperfeiçoamento, assim que terminasse o curso a vaga estava garantida, o que não acontecia”, afirmou o delegado-titular da DE, Wallace de Oliveira Brito.

No local a equipe policial encontrou diversas carteiras de trabalho retidas pela falsa empresa, além de várias fichas cadastrais preenchidas por diversos candidatos. A Polícia acredita que centenas de pessoas já foram lesadas por este falso empresário.

O delegado lembra ainda que esse tipo de golpe infelizmente está se tornando mais comum. “Pessoas mal-intencionadas se aproveitam do momento de crise e acabam tirando daqueles que necessitam de uma vaga de emprego”, afirma Brito lembrando que qualquer pessoa que tenha sido vítima deste suspeito deve procurar a delegacia que fica na Rua Profª. Antonia Reginato Vianna, 1177 – Capão da Imbuia.

As investigações seguem com o objetivo de descobrir se tem outras pessoas envolvidas no esquema. Silva responderá pelo crime de estelionato, podendo pegar até 5 anos de prisão.

Cuidado Pessoal, não paguem, as entrevistas não são cobradas.

Publicado em 23 de março de 2016

Tags:, , , , , , ,